Administração do tempo: Como ganhar duas horas por dia

Lembra daquela propaganda antiga do Unibanco que falava sobre o banco 30 Horas? A impressão que dá às vezes é que está todo mundo assim: precisando que o dia tivesse 30 horas para conseguir fazer tudo. “Tá corrido!” é a resposta mais comum que me dão quando pergunto como vão as coisas.

Sinal de que, mais do que nunca, precisamos ser inteligentes em relação à gestão do tempo. E por isso mesmo tenho falado tanto sobre o assunto nas palestras, em workshops e nos meus artigos.

Quando falamos de gestão do tempo, é importante ressaltar que não se administra o tempo. Um minuto tem 60 segundos e eles vão passar de qualquer jeito, em 60 segundos, com ou sem administração do tempo.

A única coisa que você realmente consegue administrar é o que você faz e o que pensa – ou seja, onde vai colocar seu foco e energia, definindo PRIORIDADES (definir prioridades é talvez o conceito mais importante da administração do tempo).

Criei então um teste rápido para ajudá-lo a se organizar melhor, baseado em ‘pecados’ ou erros da administração do tempo. A ideia aqui é que você faça um exercício de auto avaliação para descobrir onde pode melhorar.

O mesmo exercício pode ser feito também em grupo – é um assunto excelente para discutir e treinar com a equipe de vendas.

Teste dos 20 pecados da Administração do Tempo

1.Tenho tendência a procrastinar (deixar as coisas para depois ao invés de fazer na hora).

2.Tenho dificuldades em definir meu foco com clareza (por exemplo, definindo as atividades que trazem mais resultados, que me aproximam mais das minhas metas etc.)

3.Não tenho lidado bem com o excesso de informações que recebo (e-mails, mensagens, relatórios, coisas para ler, livros, revistas etc.) e elas têm se acumulado.

4.Falta-me disciplina em vários momentos para me organizar e fazer o que precisa ser feito. 5.Não consigo dizer ‘não’ quando me pedem para fazer algo.

6.Perco muito tempo com ladrões de tempo (Facebook e televisão, por exemplo, ou outras atividades prazerosas, mas que não agregam valor).

7.Não uso agenda (de papel ou virtual) para me organizar.

8.Não defino tempo específico para cada uma das atividades que vou realizar

9.Perco tempo com muitas reuniões ineficientes.

10.Esqueço de deixar espaço em branco na agenda para lidar com imprevistos.

11.Tenho dificuldade em lidar bem e eliminar as distrações (interrupções, telefonemas, parar de fazer uma coisa na metade para fazer outra etc.).

12.Muitas vezes acho que, simplesmente por estar sempre ocupado/a, estou sendo eficiente e realmente produtivo/a.

13.Muitas vezes começo meu dia sem uma lista de prioridades/tarefas.

14.Tenho ido dormir tarde.

15.Ao começar meu dia, não me dedico inicialmente às minhas principais prioridades.

16.Acredito que fazer várias coisas ao mesmo tempo aumenta minha produtividade.

17.Não faço pausas de 10 a 15 minutos durante o dia para recarregar rapidamente as baterias.

18.Muitas vezes esqueço de me hidratar corretamente durante o dia.

19.Muitas vezes não consigo me alimentar corretamente durante o dia, incluindo as três principais refeições + dois a três lanches/reforços intermediários.

20.Acredito que sou uma pessoa desorganizada.

Pronto! Você já tem um check list rápido para se auto avaliar, ou ajudar alguém da sua equipe a se auto avaliar.

Com base nas respostas, fica fácil escolher uma ou duas coisas para melhorar (não mais do que isso!), lembrando que um novo hábito leva de 21 a 30 dias para se estabelecer e virar parte da sua rotina normal de vida.

Se quer uma dica (para quem ainda não o faz, é excelente): comece a colocar tudo que você precisa fazer num papel, todos os dias, e siga aquele papel. Pensou em alguma coisa que precisa fazer? Coloca no papel. Ao ler sua lista, você saberá exatamente o que precisa fazer em seguida. Sua rotina ficará muito mais fácil, mais produtiva e, o que é melhor: com menos stress.

Estudos mostram que para cada 10 minutos em que você se organiza, ganha até duas horas de produtividade. Essas duas horas a mais por dia você pode passar com a família, ir para a academia, ler um livro, fazer um curso. Essas duas horas a mais por dia podem ser justamente o que você precisa para deslanchar (ou melhorar ainda mais seus resultados).

Fonte: VendaMais.com.br

7 pensamentos para o sucesso

Por Raúl Candeloro Diretor da Venda Mais

Brian Tracy é um dos meus autores favoritos. Entre seus vários livros e áudios, gosto especialmente do Maximum achievement (Conquista máxima – acredito que ainda não foi traduzido para o português). Ele também possui uma coleção de CDs para ouvir no carro que fala sobre técnicas avançadas de vendas e outra que diz respeito à academia do sucesso.

Hoje, quero aproveitar todo esse conhecimento para compartilhar com você uma adaptação que fiz dos sete pensamentos que, segundo Brian, todo profissional deve ter se quiser realmente alcançar o sucesso:

1 Fique sério – Falando de maneira bem franca e direta: pare de enrolar. Decida alcançar o sucesso. Você já deve ter pensado em tê-lo e sonhado com a boa sensação do reconhecimento e recompensa financeira. Todo mundo que possui sucesso, um dia, teve a iniciativa de ir até o fim, que dá a quem toma essa decisão um poder extraordinário. As coisas começam a acontecer de maneira diferente quando decide ser o melhor de sua equipe, empresa, estado ou país. A vida passa rápido e, se você quiser ter sucesso, pare de enrolar e leve seu trabalho realmente a sério.

2 Identifique o que pode estar limitando seu sucesso – Se falarmos especificamente sobre vendas, poderemos usar o CHA das vendas como referência. Você possui conhecimentos que precisa saber, habilidades que deve praticar e atitudes que tem de dominar. Descubra em que pode melhorar. Seja franco, sincero e honesto. Todo mundo pode fazer algo de maneira mais satisfatória – seja planejar, prospectar, abordar clientes, descobrir o que ele/ela precisa e como fazer mais negócios, apresentar propostas, negociar, fechar e atender na pós-venda. Sempre dá para melhorar alguma coisa. Em vendas, tudo que você melhora, aumenta seu faturamento. Se tivesse de definir uma área que precisasse aprimorar, qual seria?

3 Junte-se aos melhores – Quem são eles? Aqueles que têm conhecimentos, habilidades e atitudes complementares as suas. Pessoas com as quais você pode aprender a fazer, pensar e sentir. Procure estar próximo de indivíduos que possuem metas e objetivos e estão tentando realizar algo com suas vidas, além de terem aspirações. Ande com águias, não com galinhas. Afaste-se de pessoas negativas, corvos ou vampiros energéticos. Aquelas que reclamam o tempo inteiro são tóxicas, e a vida é curta demais para perder tempo com elas.

4 Cuide muito bem de si mesmo – Sua saúde física é fundamental para manter a mental. Isso significa que é preciso se alimentar e dormir bem, além de praticar exercícios regularmente. As pessoas sabem que essas coisas são importantes, mas por que tão pouca gente as faz? Se quiser dar duro cinco ou seis dias por semana, terá de ir dormir cedo nesses dias. Você quer realmente melhorar seu desempenho no trabalho? Desligue a televisão e vá dormir cedo, pois isso o fará render muito mais no dia seguinte.

5 Visualização positiva – Pense em si mesmo como o melhor de sua área. Lembre-se de que se quiser melhorar seus resultados, antes de tudo, precisará aperfeiçoar a pessoa que é. Invista em seu crescimento pessoal. No entanto, isso só acontecerá se suas atitudes e mapas mentais forem trabalhados, principalmente em relação a si mesmo. Se não confiar em você nem investir no seu crescimento, por que os outros o fariam? Tome a decisão de ser o melhor e dedique-se, continuamente, a transformá-la em realidade.

6 Diálogo interno positivo – Imagine que está na final da Copa do Mundo. O jogo vai para os pênaltis, seu adversário erra a última cobrança e você é o último do seu time a batê-lo, ou seja, se fizer, serão campeões do mundo. Neste momento, uma voz começa a dizer: “Vai errar! Aposto que vai errar” ou “Vamos lá, campeão (campeã)! Finalmente, chegou sua vez! Treinou isso a vida inteira, é seu melhor lance – coitado do goleiro?”. Temos diálogos conosco o dia inteiro, e, infelizmente, a maioria não é muito positivo. Por algum motivo, muitas pessoas se transformam em seus próprios obstáculos devido às conversas internas que possuem. É você quem deve controlar essa situação. Por isso, faça com que a linguagem seja positiva. Aceite críticas construtivas, mas, antes de tudo, seja um grande fã e torcedor de si mesmo.

7 Ação positiva – Mexa-se! Seja rápido e crie um senso de urgência, isso vai diferenciá-lo de quase todo mundo na sua área. Na dúvida, aja! Quando tiver uma boa ideia, coloque-a imediatamente em prática. Somente 2% das pessoas em nossa sociedade possuem tendência a agir. O restante pensa, mas não faz nada – depois reclama. Quanto mais você faz, mais aprende. O mundo está cheio de indivíduos talentosos e bem-intencionados que não vão a lugar algum simplesmente porque não possuem a determinação de tirar a bunda da cadeira. Por isso, a ação é tão importante. Quanto mais aprender, mais eficiente você se tornará e quanto mais eficiente for, mais resultados terá.

Fonte: www.vendamais.com.br – A Comunidade de profissionais de marketing e vendas na internet.

Box Pesquisa de Produtos
Box Lancamentos

ENCONTRE A ODAPEL MAIS PRÓXIMA DE VOCÊ


Copyrights © 2015 & All Rights Reserved by Odapel. Desenvolvidor por Plansyst